O Senac é do comércio!

 

Por mais vendedores de experiências

É só os pombinhos decidirem se casar e pronto, a noiva passa a ser o centro das atenções. Mas tempos antes de um certo enlace, um bendito noivo foi escolher o terno para não fazer feio na cerimônia e passou por uma experiência marcante. Tudo porque ele foi atendido por um vendedor fora do comum.

Sabendo do horário e estilo da festa, o vendedor analisou junto com o cliente o padrão do tecido, a cor e textura e ainda apresentou 3 opções para que o noivo pudesse escolher se usaria na lapela flores naturais ou lenço. Para completar a produção, foi lançada afortunadamente uma sugestão: barba, cabelo e bigode deveriam ser testados 1 mês antes do casamento e aparados 1 semana antes.

O noivo foi cumprir o protocolo de estar vestido adequadamente e saiu da loja tão estrela da festa quanto à noiva. Quando você lê esse episódio verídico de dedicação ao cliente, parece que não é tão complicado assim, mas a realidade é que no Brasil o bom atendimento não está sendo praticado como deveria.

É preciso conhecer quem dá as cartas 

O consumidor está cada vez mais conectado e informado para resolver seus problemas sem precisar sair de casa. É na internet que eles compram 24 horas nos 7 dias da semana e, principalmente nela, que pesquisam antes de comprar numa loja virtual ou física. Praticidade, agilidade e facilidade são extremamente valorizadas pelo cliente antenado.

Agora cabe ao vendedor conhecer bem esse perfil e entender como o novo consumidor decide a compra para poder oferecer os produtos de maneira assertiva, além de estabelecer um bom relacionamento para fidelizar esse comprador e, assim, vender cada vez mais. É preciso então que o vendedor esteja tão qualificado quanto o cliente de hoje.

Cenário reclama por inovação

Com foco nessa demanda pulsante, em 2017 o Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial realizou um Fórum Técnico com empresas do varejo para mapear as dificuldades e os anseios desse mercado que amargava 2 anos de queda devido à crise que se manifestava no País. Como resultado, o Senac reposicionou sua oferta de treinamentos para os profissionais do comércio.

Na ocasião, ficou mais do que constatado que a transformação digital revolucionou o trabalho, a ocupação e o emprego. “Algumas funções desapareceram e o vendedor passou a ser o ator principal do varejo. Agora cabe ao empresário capacitar seus profissionais de vendas para oferecer mais do que produtos, e sim, desenvolver relacionamentos e proporcionar experiências positivas para o cliente”, destacou a consultora de Gestão e Negócios do Senac MS que participou do fórum, Carmem Santa Cruz.

Parceiro dessa nova perspectiva, o Senac coloca à disposição do mercado nacional soluções educacionais inovadoras. São 110 cursos com carga horária curta (de 15 a 60 horas), mas que garantem uma formação consistente. A qualificação tem 4 temas como pilares: Marketing e Vendas, Comércio Exterior, Logística e Finanças.

Para ter uma ideia melhor, só para o vendedor foram preparados 28 cursos, que podem ser combinados compondo uma trilha de desenvolvimento específica para atender as necessidades das empresas. Na trilha “Eu vendendo”, estão sugeridos cursos com temas que complementam o conhecimento e o perfil do vendedor para torná-lo de alta performance, como por exemplo: imagem pessoal e postura profissional para vendedores, experiência de compra do cliente, estratégia de negociação para vendedor, inteligência emocional e vendas e aspectos legais do atendimento ao cliente.

Nessa nova maneira de atuar junto aos empresários e seus colaboradores, o Senac tem ainda um produto aplicável ao ambiente de trabalho, como por exemplo, no curso estratégia de negociação para vendedor, o aluno leva um infográfico de técnicas de negociação preparado pelo instrutor. Num vocabulário mais direto, quem participa traz o problema e sai com a solução para praticar no dia a dia.

“A proposta do programa Senac do Comércio é muito maior do que colaborar para o sucesso de vendas, é de mudança social. Antes acontecia das pessoas se tornarem vendedores. Hoje vendedor é uma carreira que demanda especialização, ele é um protagonista que precisa estar qualificado para atender os novos hábitos de consumo originários do mundo digital”, finaliza Carmem Santa Cruz.

Para os empresários que se reconheceram nesse texto e querem saber mais sobre o Senac Comércio, entre em contato com a gente que tem um consultor esperando por você.

Campo Grande: 3312-6260
Aquidauana: 3241-3920
Corumbá: 3234-2000
Dourados: 3411-2400
Naviraí: 3409-0400
Ponta Porã: 3431-4342
Três Lagoas: 3509-5100

Publicado em
Leia outros textos sobre Blog, Comércio
Itinerario Formativo

ESCOLHA O CURSO CERTO PARA SUA CARREIRA

O itinerário formativo vai ajudar a planejar sua carreira profissional. Escolha os caminhos que deseja percorrer, e alcance novas oportunidades com os cursos do Senac/MS!

PLANEJE SUA CARREIRA AGORA